É possível ter altos lucros com day trade? Veja como funciona

Felipe Blumen
·4 minuto de leitura

Você já ouviu falar de day trade, certo? O termo que se refere a um tipo de investimento está na moda. Com ele surgiram também seus adeptos, os day traders, que o apontam como uma ótima maneira de ganhar dinheiro na Bolsa de Valores. Mas será que é assim mesmo?

Para entender se é possível ganhar bastante dinheiro fazendo day trade temos que entender o que ele é e como funciona essa operação. E para isso é preciso ir por partes.

Leia também:

O que é day trade?

Basicamente, é uma forma de investir na Bolsa de Valores. Focado no curtíssimo prazo, o day trade é uma estratégia rápida e ágil de operação que consiste em comprar uma ação e vendê-la no mesmo dia por um valor maior do que o da compra. 

Isso significa que as operações desta modalidade são iniciadas e encerradas no mesmo pregão. Muitas, inclusive, chegam a durar apenas alguns minutos. Daí vem o nome. “Day trade”, em uma tradução livre do inglês, é uma "negociação diária”. É por causa dessa rapidez que day trade tem atraído muitos fãs ávidos por lucro rápido.

Qualquer um pode fazer day trade?

Sim, mas com ressalvas. Quem sempre realizou essa operação foram os profissionais de corretoras chamados day traders. Esses especialistas no assunto, que estudaram muito sobre, ainda existem, mas com o sucesso do pregão online e com a multiplicação de ferramentas de investimento, muitas pessoas começaram a brincar disso.

Na teoria, é possível ser um day trader ativo e independente de instituições financeiras aplicando nos seus investimentos técnicas que você pode aprender com outros day traders. Na prática, as coisas não são tão fáceis assim. Quem não tem paciência acaba aprendendo da pior maneira que o mercado não é para iniciantes. É preciso se preparar.

Preciso de formação específica para fazer day trade?

É possível ganhar dinheiro com day trade? Sim, mas não é fácil
Com um homebroker em casa, um day trader experiente consegue operar e fazer dinheiro. Mas especialistas advertem: não é fácil.

A democratização da informação e do acesso ao investimento fizeram com que ninguém precisasse mais de uma faculdade para começar a fazer day trade, como antigamente. Mas isso não significa que seja fácil. Mesmo os investidores mais experientes acabam sentindo falta de ajuda de profissionais de corretoras. 

São eles que entendem do assunto e vão te ajudar na hora de, por exemplo, fazer uma boa análise técnica de uma negociação, compreender gráficos complexos relacionados aos valores envolvidos e identificar as melhores oportunidades de investimento.

Ou seja, resumindo: se você quiser trabalhar como day trader em uma corretora, vai precisar, claro, de formação na área; mas se quiser apenas investir como pessoa física, pode só contratar a ajuda de alguém que trabalhe com isso.

Como as pessoas ganham dinheiro sendo day trader?

Considerando que o objetivo é vender a ação comprada por um preço maior do que o que foi pago na compra, o day trader ganha dinheiro conseguindo fazer exatamente isso. Ou seja, ele compra o ativo quando seu preço está em baixa e vende quando seu valor está maior do que no momento da aquisição. Nesse intervalo, lucrou.

Vamos imaginar um exemplo. As ações na Bolsa de valores de determinada empresa estão valendo R$ 13 na abertura do pregão. O day trader faz uma análise técnica de que esse valor pode subir, então faz a compra. Pouco tempo mais tarde, a ação sobe a R$ 16. É a hora de vender, lucrando R$ 3. É assim, basicamente, que se ganha dinheiro com day trade.

É fácil ganhar muito dinheiro sendo day trader?

Sendo franco: não. Uma pesquisa recente da FGV apontou que mais da metade dos day traders experientes (os que realizaram day trade pelo menos uma vez por mês durante um intervalo de cinco anos) perdeu dinheiro no período.

O mesmo estudo mostrou que, entre os 1218 day traders experientes analisados, apenas 28 conseguiram ganhar um valor acima de R$ 20 mil por mês nas operações - o considerado “perfeito” por quem pratica a modalidade. Com um porém: nenhuma dessas pessoas eram pessoas. Segundo os pesquisadores, a quantidade de operações feitas (a cada minuto, praticamente) indica o uso de robôs traders programados para operar na bolsa.