E se o machismo acabasse amanhã?

Atriz Érika Januza foi uma das 11 mulheres que contaram o que fariam se o machismo acabasse

Às vésperas do Dia Internacional da Mulher, O GLOBO publica nesta sexta-feira um vídeo com os depoimentos de 11 mulheres que revelam o que fariam caso o machismo acabasse amanhã. O material faz parte de uma série de reportagens especiais para o mês da mulher. São relatos como o da chefe de cozinha Flávia Quaresma, da escritora Heloísa Buarque de Holanda e da atriz Erika Januza. A data também marca o primeiro ano doCelina, um espaço criado na Redação para tratar das questões de gênero. Neste episódio do Ao Ponto, a editora do Celina, Renata Izaal, e a jornalista Leda Antunes, que colabora com o time do Celina desde abril de 2019, vão contar como foi a experiência de conversar com outras mulheres sobre o machismo e ainda falam sobre as atrações preparadas para essa data especial.

O episódio também pode ser ouvido na página de Podcast do GLOBO. Você pode seguir a gente em Spotify, iTunes, Deezer.

Publicado de segunda a sexta-feira, às 6h, nas principais plataformas de podcast e no site do GLOBO, o Ao Ponto é apresentado pelos jornalistas Carolina Morand e Roberto Maltchik, sempre abordando acontecimentos relevantes do dia.