Economia americana cresce gradualmente (Livro Bege)

Sede do Fed, em Washington

A economia americana está crescendo em um ritmo lento, com uma leve melhoria das vendas a varejo e do enfraquecido mercado imobiliário, apesar da criação de empregos continuar fraca, informou nesta quarta-feira o Federal Reserve (Fed).

"A atividade econômica continuou se expandindo de forma gradual em julho e agosto na maioria dos setores e das regiões", afirma o Fed em seu relatório de conjuntura conhecido como Livro Bege.

As vendas no varejo subiram um pouco no mês de julho, em comparação com os dados de maio, em especial no setor das lojas de descontos e vendas na internet.

Em compensação, o ritmo das vendas de carros desacelerou, apesar de o banco central enfatizar que estão acima do nível registrado há um ano.

Já o deprimido mercado imobiliário mostra sinais de melhoria, seis anos depois da bolha que abalou o setor.

O relatório assinala que as 12 sedes regionais do Fed registraram um aumento das vendas imobiliárias, dos preços das moradias e do setor de construção em julho e no início do mês de agosto.

O emprego permaneceu estável ou com um crescimento leve, enquanto que o setor de manufaturas registrou uma alta das contratações em quase todos os distritos.

O Fed também informou que a pressão inflacionária em todo o país está contida.

Este relatório de conjuntura será utilizado pelo Comitê de Política Monetária do Federal Reserve (FOMC) em sua próxima reunião de 12 e 13 de setembro.