Ed Sheeran chega a acordo para encerrar processo de plágio de "Photograph"

Los Angeles (EUA), 10 abr (EFE).- O músico britânico Ed Sheeran chegou a um acordo com os dois compositores que o acusavam de plágio no sucesso "Photograph", informou nesta segunda-feira a revista "The Hollywood Reporter".

Os detalhes do acerto, alcançado na sexta-feira passada, ainda não foram divulgados.

Martin Harrington e Thomas Leonard, autores da canção "Amazing" que também britânico Matt Cardle interpretou no lançamento do álbum "Letters" (2011), apresentaram em junho de 2016 uma denúncia em um tribunal de Los Angeles argumentando que a música de Ed Sheeran tinha "semelhanças muito grandes" com sua obra. Os dois disseram que ambas as canções têm "39 notas idênticas" e exigiram US$ 20 milhões como indenização.

"Photograph", composta por Johnny McDaid e Ed Sheeran e que faz parte do segundo disco do músico inglês titulado "X" (2014), é um dos maiores sucessos do cantor. A música e o videoclipe acumulam no Youtube mais de 325 milhões de reproduções. EFE