Governador da Flórida alerta sobre frio "extremo" e possível neve

Miami, 3 jan (EFE).- O governador da Flórida (Estados Unidos), Rick Scott, pediu na terça-feira aos turistas, moradores e empresários do norte do Estado que se preparem para enfrentar condições de frio extremo nas próximas horas, com inclusive possibilidades de acumulação de neve.

Scott pediu que se preparem "para as condições climáticas extremadamente frias, incluindo possíveis acumulações de neve, granizo ou gelo", este último, incomum na Flórida.

A advertência segue o anúncio do Serviço Meteorológico Nacional, que emitiu avisos de tempestade de inverno para os condados de Baker, Columbia, Dixie, Gilchrist, Hamilton, Jefferson, Lafayette, Madison, Nassau, Suwannee, Taylor e Union.

Após uma reunião com a Divisão de Gerenciamento de Emergência da Flórida (FDEM, sigla em inglês) para estabelecer medidas de prevenção, Scott disse que a população deve estar preparada para "clima potencialmente severo, independentemente da época do ano".

"Espera-se um duro congelamento nas próximas horas na maior parte do norte da Flórida, com um leve congelamento no extremo sul da Nature Coast", afirmou a Equipe de Resposta de Emergência do Estado (SERT, sigla em inglês).

O ano de 2018 trouxe ao sul da Flórida temperaturas abaixo do normal, forçando o fechamento de um parque aquático em Orlando.

A expectativa é que na quinta-feira seja o dia mais frio da semana. EFE