Edinho Silva propõe que esporte brasileiro seja organizado como o SUS no governo Lula

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ex-ministro Edinho Silva (PT) diz que pretende discutir a implantação do modelo de organização do SUS (Sistema Único de Saúde) no esporte brasileiro. Coordenador do grupo que trata da área no governo de transição, ele fala em um Sistema Unificado de Esporte.

A gestão do SUS é tripartite, ou seja, compartilhada entre os governos municipal, estadual e federal, cada um com funções específicas e limites de atuação.

O modelo mostrou eficiência durante a pandemia da Covid-19, por exemplo, quando estados e municípios assumiram a dianteira do enfrentamento da crise diante da hesitação e das falhas do governo Jair Bolsonaro (PL) na compra de vacinas, medicamentos e equipamentos.

"Modelo SUS, definindo o papel de cada ente federado e definindo as fontes de custeio das políticas públicas unificadas nacionalmente. Isso transformaria as políticas públicas do esporte em políticas de Estado, e não de governos", afirma Silva, que é prefeito de Araraquara (SP) e continuará no posto durante o período de transição.