Edital do leilão 5G será votado por TCU em meados de agosto, diz ministro

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - O edital do leilão de frequências para o serviço de telecomunicações 5G será votado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em meados de agosto, afirmou nesta quarta-feira o ministro das Comunicações, Fabio Faria.

"A área técnica vai entregar no dia 8 de agosto no gabinete do relator, antecipando em um mês e quatro dias, e o relator, que teria até 15 dias para votar, também reduziu o prazo e antecipou em cinco dias", disse Faria a jornalistas.

"O edital será votado no TCU no dia 18 de agosto, às 10h, em uma reunião extraordinária", disse o ministro, acrescentando que a pauta já foi agendada pela presidente da corte, ministra Ana Arraes.

A aprovação do texto do edital pelo TCU é um dos últimos passos para que o leilão bilionário possa ocorrer. Segundo Faria, após a votação pelo TCU, o edital será encaminhado para a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em até cinco dias.

Após isso, "diante da grande interação do TCU, com Anatel e o Ministério das Comunicações...em até sete dias o edital poderá ser publicado", disse o ministro. Segundo ele, a Anatel está trabalhando no edital do 5G há oito meses.

Com isso, a expectativa do governo é que todas as 27 capitais do país poderão estar com o serviço 5G em funcionamento até julho do próximo ano, disse o ministro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos