Eduardo Bolsonaro chama Moro de pato após Bivar acenar apoio a candidatura de Lula

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Eduardo Bolsonaro provoca Moro. (Foto: Reprodução/Twitter)
O deputado federal Eduardo Bolsonaro provocou pelo Twitter o ex-juiz Sérgio Moro na tarde deste sábado (30). (Foto: Reprodução/Twitter)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) insultou, neste sábado (30), o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro (União) após Luciano Bivar, presidente do partido do ex-juiz, considerar um possível apoio à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

“Queria saber do Sergio Moro se o Luciano Bivar é do grupo das fake news ou vivandeira da corrupção… mas te dizer, quem ainda acredita no teatrinho do pato merece um prêmio de bobo do ano”, escreveu.

Eduardo se referiu a uma postagem anterior de Moro, quando ele declarou que, apesar dos rumos do próprio partido, estará em palanque diferente do petista.

“PT e Lula de volta jamais. Eu desmontei a corrupção dos governos do PT e executei a prisão do Lula. O resto é mentira da turma das fake news e das vivandeiras da corrupção”, defendeu.

Condição

Luciano Bivar estabeleceu que apoiará Lula na disputa ao Palácio do Planalto deste ano, somente se tiver o apoio do mesmo para a sua candidatura para a presidência da Câmara dos Deputados em 2023. A mesma condição havia sido ofertada meses atrás para o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Além do PT, o União Brasil mantém conversas também com o presidenciável Ciro Gomes (PDT). A legenda de Bivar detém a maior fatia de fundo eleitoral e o maior tempo de propaganda de rádio e televisão.

Luciano Bivar desistiu nesta sexta-feira (29) de concorrer para presidente depois que a pesquisa Datafolha evidenciou que seu nome não era lembrado pelos eleitores. Bivar não chegou a pontuar na pesquisa divulgada ontem. De acordo com interlocutores, Bivar deve decidir neste sábado (30) se vai apoiar o petista.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos