Eduardo Bolsonaro comemora destituição da Suprema Corte de El Salvador, e deputados reagem: “Sonho de consumo dele”

Redação Notícias
·3 minuto de leitura
Deputado federal Eduardo Bolsonaro, sem máscara, em manifestação bolsonarista em Brasília
Deputado federal Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, participa de manifestações que pedem o fechamento do STF (Photo by SERGIO LIMA/AFP via Getty Images)
  • Deputado federal Eduardo Bolsonaro comemorou destituição da Suprema Corte de El Salvador

  • Publicação gerou crítica de parlamentares: "Muito grave"

  • "É o sonho de consumo dele", diz deputado do PSOL

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) publicou, no domingo (2), uma nota de apoio à destituição de membros da Suprema Corte de El Salvador. A declaração do filho 03 do presidente Jair Bolsonaro causou reação no Congresso. O deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) avaliou que a publicação do parlamentar foi “muito grave”.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Os congressistas de El Salvador retiraram todos os membros do Judiciário, sob acusação de darem sentenças arbitrárias que contrariavam ordens do atual presidente do país, Nayib Bukele. A medida é prevista da Constituição do país, mas é criticada por membros da comunidade internacional, que veem nela uma exceção à ordem no país.

Leia também

A fala de Eduardo Bolsonaro também foi criticada pelo deputado Ivan Valente (PSOL-SP). “É o sonho de consumo dele”, afirmou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O deputado Paulo Teixeira (PT-SP) comentou ainda a publicação.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Bukele, que tem maioria no Legislativo, acusava os juízes de terem tirado seus poderes para lidar com a pandemia de covid-19. Em agosto de 2020, ele chegou a dizer que “se fosse um ditador”, teria “fuzilado todos” os magistrados.

Além dos membros da Suprema Corte, os deputados salvadorenhos também destituíram o procurador-geral do país.

“Juízes julgam casos, se quiserem ditar políticas que saiam às ruas para se elegerem”, escreveu Eduardo Bolsonaro no Twitter.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A fala do deputado foi vista como uma referência à relação do pai dele com o Judiciário.

Em protesto realizado no sábado em diversas capitais, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro atacaram o Supremo Tribunal Federal (STF), governadores e prefeitos que adotaram medidas para combater a pandemia, como o distanciamento social.