Eduardo Bolsonaro é capa de jornal ligado à extrema-direita da Hungria

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Eduardo Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)
Eduardo Bolsonaro (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)

O filho 03 do presidente Jair Bolsonaro (PL) foi o escolhido para estampar o relançamento do tabloide Sol, de Portugal no dia 9 de julho.A publicação atinge 6.000 pessoas e circula há 16 anos no país, dando preferência a assuntos da política partidária local, além de celebridades e futebol.

No começo de julho deste ano, o jornal foi adquirido pela empresa Alpac Capital cujos sócios são Pedro Vargas David — filho de Mário David, ex-euro deputado, amigo pessoal e conselheiro político do primeiro-ministro da Hungria, Viktor Orbán — e Luís Santos, filho de Fernando Santos, o técnico da seleção portuguesa de futebol. De acordo com a imprensa norte-americana, a Alpac Capital ganhou vultosos valores do governo húngaro.

Pedro Vargas David também faz parte do conselho de administração de uma empresa de tecnologia ligada ao partido de Orbán. No editorial de relançamento, o diretor de Redação, Mário Ramires, declarou que o jornal manterá a "invulgar característica de marcar a agenda midiática e lançar novos temas e novas tendências, recusando qualquer seguidismo ou submissão ao pensamento único e politicamente correto".

Eduardo Bolsonaro concedeu uma longa entrevista à publicação, que renderam quatro páginas. O deputado fez críticas ao presidente português Marcelo Rebelo de Sousa, a imprensa, as urnas eletrônicas, os institutos de pesquisa, o STF (Supremo Tribunal Federal) e mais. O filho do presidente disse que considerou o encontro do presidente de Portugal, com Lula uma "provocação", um "ato deselegante", um "incidente diplomático" e que se ele quisesse ver amigos "que fosse para o Brasil de férias". Na semana passada, Jair Bolsonaro decidiu não se encontrar com o português depois de saber que ele havia estado com seu opositor.

Na entrevista, Eduardo Bolsonaro também afirmou que as pesquisas eleitorais são feitas com dinheiro do PT. Além das inúmeras declarações infundadas e sem provas, Eduardo fez elogios ao pai e afirmou que ele será reeleito em outubro. As informações são da jornalista Daniela Pinheiro, do Uol.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos