Eduardo Giannetti fecha Festival LED defendendo que ‘futuro do Brasil vai ser decidido em sala de aula’

O economista Eduardo Giannetti defendeu, no encerramento do Festival LED, que o futuro vai ser decidido em sala de aula. Por isso, ele afirma que o país precisa repensar a pedagogia brasileira — marcada, segundo ele, exageradamente pela memorização — e valorizar os professores.

— Isso significa pagar mais e melhorar o prestígio social. Precisa melhorar o processo de recrutamento e investir demais em teinamento permanente. Não existe boa escola sem boa formação de professores. É por aí que tudo começa — afirma.

O especialista apresentou um panorama geral dos desafios e possibilidades da educação brasileira. Ele lembrou que, atualmente, 6 milhões dos jovens de 18 a 24 anos não completaram o ensino médio e quatro milhões estão desempregados. Esses 10 milhões de adultos correspondem a metade dos brasileiros nessa faixa etária.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos