Eduardo Paes e Carlos Bolsonaro trocam farpas no Twitter: 'Já fiz o favor de libertar vocês e o Rio do Crivella'

André Coelho
·2 minuto de leitura

O prefeito do Rio Eduardo Paes respondeu uma provocação do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente Jair Bolsonaro, feita pelo twitter no fim da manhã deste sábado (14). Carlos compartilhou um vídeo sobre as obras da alça de ligação da Ponte Rio-Niterói com a Avenida Brasil, executada pela concessionária que administra a Ponte em parceria com o Governo Federal, que estão em fase final de construção, e questionou se Paes participaria da inauguração, "reconhecendo ações do Governo". "Ué! Manda não esquecer de me convidar que eu vou. Já fiz o favor de libertar vcs (sic) e o Rio do Crivella", respondeu Paes.

Em sua publicação, Carlos Bolsonaro questionou se Paes iria reconhecer ações do governo Bolsonaro ou se "vai seguir o padrão de tentar fazer média com piçóu (PSOL) e afins e malandramente tapar o sol com a peneira para variar?", questionou. "Esse é mais liso que bagre ensaboado!", completou Carlos.

Em sua resposta, Paes afirmou que também tentou "libertar" o Rio de Wilson Witzel, mas não conseguiu, e completou afirmando que "não é esforço nenhum" participar da inauguração.

Filiado ao DEM, Paes tem feito acenos a todos os espectros políticos, e já se reuniu mais de uma vez com João Dória, governador de São Paulo e desafeto da família Bolsonaro. No final de janeiro, atendendo a pedido do então presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ), Paes abriu o Palácio da Cidade para um evento em apoio à candidatura do deputado Baleia Rossi (MDB-SP) para o comando da Câmara, que disputava com Arthur Lira (PP-AL), apoiado pelo presidente, o comando da Casa.

Paes chegou a exonerar temporariamente dois secretários que são deputados federais, Pedro Paulo (DEM) e Marcelo Calero (Cidadania) para votarem no candidato apoiado por Maia, no começo de fevereiro. Baleia acabou derrotado por Arthur Lira (PP-AL), com apoio do governo Bolsonaro.