Educação 360: 'Devemos deixar para trás o ensino que é igual para todo mundo', diz educador finlandês

·2 minuto de leitura

O tema da incerteza foi destaque na abertura do Educação 360 Internacional, evento que coloca em debate questões urgentes da Educação e que acontece nos dias 14 e 15 de setembro em versão on-line e gratuita. Confira a programação completa no site oficial do evento.

Segundo o educador e escritor finlandês Pasi Sahlberg, que proferiu a primeira palestra do encontro, a pandemia precipitou uma mudança de paradigma na educação, saindo de um modelo que já estava em crise e passando para um mundo de incertezas, tema central de sua conferência.

— Devemos deixar para trás tarefas e questões que tenham apenas uma resposta certa e seguir adiante para um modelo de problemas com resultados abertos, que demandam um pensamento divergente — afirmou Sahlberg, que já atuou como consultor em reformas educacionais de vários países, hoje é professor de Política Educacional na Universidade de New South Wales, em Sydney.

O Educação 360 Internacional é uma realização dos jornais O GLOBO, Extra e Valor Econômico, com patrocínio do Grupo SEB, apoio do Itaú Social e apoio institucional de Unicef, Unesco, Futura e Fundação Roberto Marinho.

De acordo com Sahlberg, os sistemas educacionais já estavam em crise no mundo antes da pandemia, com 260 milhões de crianças fora da escola e queda na média do desempenho dos alunos, mesmo com aumento de investimentos num nível constante nos sistemas educacionais nos últimos 20 anos.

— Esse paradigma em crise era baseado em padronização e competição. Então vivemos algo disruptivo, que foi a pandemia global — explica.

Esse ponto de virada, segundo o finlandês, levou a educação para um paradigma de incertezas, na qual complexidade é palavra-chave. No novo cenário, ele explica, há a necessidade de algum grau de flexibilização de escolas e professores, além de profissionalismo, criatividade e confiança.

— A solução criativa tem facilitado o surgimento de uma resposta mais rápida do que aconteceu — diz.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos