Educação desperdiçada

Os iraquianos consideram a pobreza um dos motivos pelas manifestações no país, a medida que seguem os protestos que já deixaram 420 mortos. Enquanto isso, o Parlamento discute a formação de uma assembleia mais jovem e representativa.