EFE BRASIL - 16 MAR 2018

Londres.- O Reino Unido, apoiado publicamente pelos Estados Unidos, França e Alemanha, enfrenta a Rússia como responsável do envenenamento de um ex-espião com um agente nervoso, enquanto continua exigindo a saída de 23 dos seus diplomatas deste país e o Kremlin ameaça com iminentes represálias. (foto).

Moscou.- A Rússia encerra a campanha para as eleições presidenciais do próximo domingo, onde Vladimir Putin deve ser reeleito. (foto)(vídeo).

Nações Unidas.- O Conselho de Segurança da ONU se reúne com o mediador da organização para a Síria, Staffan de Mistura, para analisar a situação da guerra e as perspectivas de uma possível paz negociada, quando se completam sete anos do início da guerra. (foto).

Paris.- O presidente da França, Emmanuel Macron, recebe a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, após sua reeleição para um quarto mandato. (foto)(vídeo).

Bruxelas.- Representantes europeus e do Reino Unido iniciam uma nova rodada de negociação sobre o "brexit", onde esperam progressos perto da cúpula de líderes da UE nos dias 22 e 23 de março. (foto).

Madri.- Visita à Espanha do presidente da Bolívia, Evo Morales. (foto) (vídeo).

Lima.- O presidente do Peru, Pedro Pablo Kuczynski, é interrogado pela comissão legislativa que investiga os casos da Lava Jato e Odebrecht no país. (foto)(vídeo).

Madri.- O vice-presidente da Colômbia, Óscar Naranjo, expõe a situação do seu país em um café da manhã em Madri e concede uma entrevista à Agência Efe. (foto).

Rio de Janeiro.- A intervenção na segurança do Rio de Janeiro decretada pelo governo, que deixou a ordem pública nas mãos do Exército, completa um mês no meio de renovadas críticas após o assassinato da vereadora Marielle Franco.

Miami.- As autoridades locais e federais prosseguem com a busca de possíveis sobreviventes sob os escombros de uma passarela que caiu sobre uma rua de Miami, deixando pelo menos quatro mortos. (foto)(vídeo).

Buenos Aires.- O presidente da Argentina, Mauricio Macri, recebe a diretora-gerente do FMI, Christine Lagarde. EFE