Efeito coronavírus: Liam Gallagher pede a Noel volta do Oasis após fim da pandemia

Do 'Independent'

Liam Gallagher convidou seu irmão Noel para reunir o Oasis assim que a pandemia de coronavírus terminar. Reconhecendo a ansiedade coletiva do público em um momento de crise, Gallagher twittou que queria finalmente deixar de lado as brigas dele e de Noel.

"Escute seriamente, muitas pessoas pensam que eu sou um idiota e eu sou um idiota bonito", escreveu Gallagher. “Mas depois que tudo isso passar, precisamos recuperar o Oasis para um show incrível!

"Para a caridade, vamos Noel, podemos voltar depois para nossas incríveis carreiras solo, vamos lá".

Gallagher ainda sugeriu que o show hipotético envolveria vários outros "miseráveis idiotas que acham que são legais demais" de outras célebres bandas que terminaram.

"The Jam— vamos Weller. The Smiths — vamos Marr. Oasis — vamos Noel", escreveu o músico, em referência a Paul Weller, vocalista do The Jam (1972–1982) e Johnny Marr, guitarrista do The Smiths (1982-1987).

Leia a crítica:Morrissey lança seu álbum mais feroz em muitos anos

A série de tweets, no entanto, ficou sem resposta de Noel. Porém, o guitarrista Paul “Bonehead” Arthurs, um dos fundadores da banda, respondeu dizendo que topava fazer a sonhada reunião.

Em fevereiro, Noel negou as alegações de Liam de que ele havia recusado 100 milhões de libras para reunir a banda.

"Para quem quer que seja: não conheço nenhuma oferta de ninguém por quantia em dinheiro para reformar o lendário grupo de rock mancuniano Oasis", tuitou Noel.

Ele acrescentou: "Estou ciente de que alguém tem um single para promover, e talvez seja aí que está a confusão".