Efeito coronavírus: prova presencial da Maratona do Rio é adiada para o último trimestre do ano

·1 minuto de leitura

Nesta sexta-feira, o comitê de organização da Maratona do Rio anunciou que, por conta da evolução da curva de contágio do novo coronavírus, a prova presencial foi adiada para o último trimestre do ano.

Por meio de uma nota oficial, a produção não divulgou nenhuma data específica, mas informou que acompanha de perto o cronograma de vacinação e evolução da pandemia, para abrir as inscrições para o ato físico; já a prova virtual, agendada para o feriado de Corpus Christi, 3 a 6 de junho, continua confirmada.

“Entendendo o cenário incerto da pandemia e atenta a segurança dos corredores, a organização optou por adiar as provas presenciais para o último trimestre do ano e, que devem acontecer em outubro. Para a realização do evento, está sendo desenvolvido um protocolo de realização de corrida de rua de grande porte em conjunto à Prefeitura da capital fluminense, seguindo as recomendações da OMS e principais federações de atletismo”, informava a nota.

Assim como a última edição, a prova virtual poderá ser feita por meio do aplicativo Running Heroes e pessoas de qualquer parte do Brasil poderão se inscrever. Os resultados ficam disponíveis em tempo real na plataforma e também serão incluídos no site do festival.