Eleição dos EUA: Menino de 6 anos cria próprio ponto de votação; Biden ganha de Mickey e Trump fica sem votos

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Facebook

mac votação crianças.jpg

Foto: Reprodução/Facebook

Morador da Carolina do Norte, nos Estados Unidos, o pequeno Mac Mayer, de apenas seis anos, decidiu que também queria participar das eleições presidenciais no país. Há três semanas, após acompanhar os pais comentando muito sobre o assunto, criou a própria cabine de votação para que ele e outras crianças pudessem votar. O resultado foi contabilizado na terça-feira: foram 44 votos para o candidato democrata Joe Biden e 2 para Mickey Mouse. Nenhuma criança voltou em Donald Trump.

Eleição nos EUA: acompanhe os resultados parciais da corrida presidencial americana

"Mac tem realmente prestado atenção no assunto, pois meu marido e eu obviamente conversamos muito sobre a eleição deste ano. Votamos antecipadamente e ele nos perguntou porque as crianças não podiam fazer o mesmo. Disse até que vai inventar o voto infantil quando crescer", contou a mãe de Mac, Chelsea Mayer, ao "Good Morning America".

O menino não deixou de lado nem os cuidados necessários para a eleição em meio à pandemia de Covid-19. Mac fez uma caixa para separar canetas higienizadas e ofereceu álcool em gel para os participantes. A mesa para fazer desenhos virou o local de trabalho e o papelão foi matéria-prima para criar uma cabine privada para os eleitores mirins.

Chelsea conta que outros pais da vizinhança lhe agradeceram pela iniciativa por acreditarem ser uma forma de explicar o processo eleitoral com os pequenos, ressaltando a importância do voto.

"Mac sempre foi o tipo de pessoa que não gosta que os adultos façam coisas que as crianças não fazem. É divertido ajudá-lo a criar algo e ver como se concretiza. Estou feliz que ele esteja conseguindo algo positivo com isso, porque esta temporada eleitoral foi muito difícil", ressalta a mãe.