Eleições 2020: PM e Civil vão reforçar segurança na Zona Oeste e Baixada para coibir milícia

Rayanderson Guerra
·2 minuto de leitura
Fabiano Rocha / Fabiano Rocha
Fabiano Rocha / Fabiano Rocha

RIO — As policias militar e civil vão reforçar a segurança e o efetivo em áreas do Rio dominadas por organizações criminosas (milícia e tráfico) para garantir que não haja interferência nas eleições municipais deste domingo. De acordo com as corporações, 22 mil homens da PM e 8 mil agentes da Civil estarão espalhados por todo o estado. Nas "áreas sensíveis", dominadas por traficantes e milicianos, as forças de segurança contarão com blindados e drones para dar suporte às ações de enfrentamento e garantia do pleito.

Em coletiva no início da tarde deste sábado, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), no Centro do Rio, o desembargador Cláudio Brandão de Oliveira, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ), garantiu que as forças de segurança do Rio estão prontas para agir para garantir a lisura da eleição. Diferentemente dos pleitos passados, as Forças Armadas não irão atuar nas seções de votação.

— O governo do Estado assegurou que as forças de Segurança estão prontas para atender eventuais demandas neste pleito. Conversamos com as Forças Armadas e eles estão integrados no nosso planejamento. O Rio tem os seus problemas, e as forças do estado que atuam aqui tem que resolvê-los.

As policiais civil, militar, o Corpo de Bombeiros e a Guarda Municipal atuarão em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Federal (PF). Além de todo efetivo policial voltado para as eleições, as corporações terão 16 blindados à disposição e drones, que enviarão imagens em tempo real para o CICC e para os comandantes da PM.

O secretário de Polícia Militar, coronel Rogério Figueiredo, comandante-geral da corporação, diz que as forças de segurança vão atuar, além das áreas de milícias, em comunidades dominadas pelo tráfico.

— A PM está em todos os locias de votação. Presente em todos os 92 municípios. Além do policiamento nos locias de votação também temos todo um planejando para dar segurança a a todos os municípios, bairros e vias que dão acesso aos locais de votação. Também temos planejamento para áreas sensíveis, como Chapadão, Pedreira, Complexo do Alemão, Maré, região de São Gonçalo, no Jardim Catarina e Salgueiro. Disponibilizamos todos os nossos blindados. Temos também o apoio dos blindados da Civil para chegar até esses lugares. A PM está utilizando também os drones, que foram adquiridos durante o período de intervenção. Serão usados em áreas mapeadas pela inteligência.

A reunião entre os representantes das forças de segurança contou ainda com a participação do vice-presidente e corregedor regional eleitoral do Rio de Janeiro, Cláudio Dell’Orto, da procuradora regional eleitoral do Rio, Silvana Batini, e de representantes da Guarda Municipal, Bombeiros e Exército.