Eleições dos EUA 2020: líderes mundiais parabenizam Biden e Harris pela vitória; Bolsonaro ainda não se pronunciou publicamente

·7 minuto de leitura
Rostos de papelão de Biden e Harris
Joe Biden e Kamala Harris foram eleitos para comandarem os Estados Unidos pelos próximos quatro anos

Momentos após ser declarada a vitória do democrata Joe Biden nas eleições americanas, líderes mundiais parabenizaram o novo presidente eleito dos Estados Unidosneste sábado (7 de novembro), mas, até o momento, o presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, não se pronunciou publicamente.

O premiê britânico, Boris Johnson, disse que a vitória de Biden e da vice-presidente eleita Kamala Harris foi uma "façanha histórica".

"Os EUA são nosso maior aliado e anseio por trabalhar juntos em nossas prioridades comuns, das mudanças climáticas ao comércio e segurança", disse Johnson.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A chanceler (premiê) alemã, Angela Merkel, desejou sorte e sucesso a Biden e parabenizou Harris por ser a primeira vice-presidente mulher eleita na história do país.

"Estou ansiosa para trabalhar com o presidente Biden. Nossa amizade transatlântica é indispensável se quisermos enfrentar os grandes desafios do nosso tempo", disse Merkel.

O presidente da França, Emmanuel Macron, destacou que seu país e os Estados Unidos "têm muito trabalho a fazer para superar os desafios atuais".

"Vamos trabalhar juntos", disse Macron.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O presidente argentino, Alberto Fernández, destacou que Harris será a primeira mulher a ocupar o cargo de vice-presidente dos Estados Unidos.

"Parabenizo o povo americano pelo comparecimento recorde nas eleições, uma clara expressão da vontade popular", disse Fernández.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O premiê do Canadá, Justin Trudeau, ressaltou que os dois países são "amigos íntimos, parceiros e aliados".

"Compartilhamos um relacionamento que é único no cenário mundial. Estou realmente ansioso para trabalhar juntos e desenvolver isso com vocês", afirmou Trudeau.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, afirmou "esperamos ansiosamente pela Cúpula Global sobre Democracia com o presidente eleito Biden e por trabalhar com ele para acabar com os paraísos fiscais ilegais e furtar a riqueza da nação por líderes corruptos".

"Também continuaremos a trabalhar com os EUA pela paz no Afeganistão e na região", disse Khan.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O presidente sul-africano, Cyril Ramaphosa, afirmou estar "ansioso para trabalhar com vocês [Biden e Harris] e aprofundar nossos laços de amizade e cooperação".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, disse esperar que em breve possa "trabalhar no reforço das relações transatlânticas e na gestão de assuntos globais, como as alterações climáticas, a defesa da democracia e a segurança internacional".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O premiê espanhol, Pedro Sánchez, desejou sorte a Biden e Harris.

"Estamos preparados para cooperar com os EUA e enfrentar juntos os grandes desafios globais", afirmou Sánchez.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, afirmou que trabalhará junto com o novo governo para "fortalecer as relações entre nossos países para o bem de nosso povo".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O presidente do Chile, Sebastian Piñera, afirmou que seu país compartilha com os Estados Unidos "valores como a liberdade, a defesa dos direitos humanos e desafios como a paz e a proteção do meio ambiente".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O premiê holandês, Mark Rutte, afirmou estar "ansioso para continuar o forte vínculo entre nossos países e espero falar com ele [Biden] sobre esses assuntos em breve".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O premiê da Suécia, Stefan Löfven, afirmou esperar fortalecer as "excelentes relações" com os Estados Unidos e trabalhar pelo "multilateralismo, pela democracia e pela segurança global".

"Juntos, podemos liderar uma transição verde, criando empregos para o futuro", disse Löfven.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O presidente colombiano, Iván Duque, desejou sucesso a Biden e Harris em seu governo e afirmou: "Trabalharemos juntos para fortalecer a agenda comum sobre comércio, meio ambiente, segurança e luta contra o crime transnacional".

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A presidente da Suíça, Simonetta Sommaruga, afirmou que a eleição de Biden e Harris é um "sinal importante".

"A Suíça está convencida de que nossas excelentes relações com os Estados Unidos continuarão a se desenvolver e prosperar sob o novo governo", disse Sommaruga.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O chanceler austríaco, Sebastian Kurz, destacou que a Europa e os Estados Unidos compartilham um sistema de valores.

"Valores que defendemos juntos", complementou Kurz. "Ansioso para nossa futura cooperação!"

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O premiê belga, Alexander De Croo, disse que a participação recorde nas eleições "ilustra a vida política e a democracia vibrantes" dos Estados Unidos.

"Também gostaria de parabenizar KamalaHarris por sua histórica eleição como primeira vice-presidente mulher", disse De Croo.

"Ela será um exemplo incrível e um modelo importante para as meninas em todo o mundo, mostrando-lhes que meninas e meninos têm os mesmos direitos e oportunidades."

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos