Eleições em Hong Kong: "Mudanças eliminam qualquer oposição política", dizem países aliados

·1 min de leitura

Diversos aliados ocidentais de Hong Kong e o Japão condenaram nesta segunda-feira (20) as eleições legislativas "apenas para patriotas", ao considerar que as novas normas impostas por Pequim, que reduzem as cadeiras eleitas diretamente e controlam os candidatos, "eliminam" a oposição. A eleição teve uma taxa de participação considerada muito baixa: de apenas 30% dos eleitores.

França, Alemanha, Canadá, Estados Unidos, Itália, Japão, Reino Unido e o Alto Representante da União Europeia rejeitaram esses novos regulamentos em uma declaração conjunta na qual expressaram "profunda preocupação" com "a erosão dos elementos democráticos do sistema eleitoral". "Essas mudanças eliminam qualquer oposição política significativa", afirmaram.

A reduzida participação é "muito incômoda" para o governo, destacou Kenneth Chan, cientista político da Universidade Batista de Hong Kong. "A maioria dos eleitores que defende a democracia decidiu se abster, para expressar sua desaprovação", disse.

A China segue uma política de repressão contra a oposição em Hong Kong desde as marrivas manifestações pró-democracia de 2019.

Pequim impôs uma lei de segurança nacional que criminaliza muitos dissidentes e estabeleceu novas regras para uma eleição "apenas para patriotas", que reduziram drasticamente o número de deputados eleitos de forma direta e determinam quem pode disputar os cargos.

No domingo (19), foram realizadas as primeiras eleições sob este regulamento para eleger os membros da Assembleia Legislativa.

Alguns dados que, para a chefe de governo da ex-colônia britânica, Carrie Lam, foram bastante positivos.


Leia mais

Leia também:
Hong Kong: sem diversidade de candidatos, votação para parlamento tem baixa adesão
Justiça decreta novas penas para líderes do movimento pró-democracia em Hong Kong
Hong Kong: jornal pró-democracia Apple Daily publica última edição nesta quinta

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos