Eleições legislativas da França: como votam jovens de Grenoble, a capital verde da Europa?

Grenoble, no sudeste da França, eleita neste ano a Capital Verde da Europa, é um dos principais redutos da esquerda no país. Com pouco mais de 160 mil habitantes, a cidade conta com um dos maiores polos universitários e científicos do continente, o que faz dela uma localidade povoada por jovens. A RFI foi até lá saber como a faixa etária dos 18-34 anos pretende votar nas eleições legislativas, nos próximos 12 e 19 de junho.

Daniella Franco, enviada especial da RFI a Grenoble

Caminhar pelas ruas do centro de Grenoble é realizar uma imersão em um universo quase exclusivamente jovem um tanto incomum em cidades de médio porte na França. Segundo dados do Instituto Nacional da Estatística e dos Estudos Econômicos da França (Insee), cerca de 30% da população de Grenoble tem entre 15 e 29 anos. Quase 40% de seus habitantes são alunos e estudantes.

De forte posicionamento progressista, os “grenoblois” - como são chamados os moradores locais - votam tradicionalmente na esquerda. No período após a Segunda Guerra Mundial, a cidade foi dirigida majoritariamente pelo Partido Comunista e Socialista, com apenas três administrações de direita nas últimas oito décadas. Uma das grandes figuras da esquerda francesa, Hubert Dubedout fez história na prefeitura local, entre 1965 a 1983, tornando a cidade um laboratório social e um modelo nacional do socialismo municipal.

Nupes e a esperança em Mélenchon

Jovens eleitores de Grenoble apoiam a Nupes

Abstencionistas e de esquerda


Leia mais

Leia também:
“É preciso parar de sexualizar os corpos das mulheres”, diz prefeito de Grenoble, defensor do burquíni
Começa campanha para eleições legislativas na França; entenda o sistema e o que está em jogo
Unida a Mélenchon, esquerda inicia campanha para eleições legislativas na França

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos