Eleições 2022: TSE e Telegram fecham parceria para combater desinformação

Eleições 2022 (Foto: Getty Images)
Eleições 2022 (Foto: Getty Images)
  • TSE e Telegram fecham parceria para combater desinformação

  • Acordo deve vigorar até 31 de dezembro deste ano

  • Tribunal já firmou acordos com Twitter, TikTok, Facebook, WhatsApp, Google, Instagram, YouTube, LinkedIn, Kwai e Spotify

O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) anunciou nesta terça-feira (17) que fechou parceria com o aplicativo de mensagens Telegram para combater as desinformações sobre as eleições brasileiras.

Segundo nota oficial do tribunal, o acordo deve vigorar até 31 de dezembro deste ano.

A parceria envolve:

  • Criação de um canal oficial do TSE na plataforma para divulgar informações oficiais sobre as eleições;

  • Suporte da equipe técnica do Telegram para o desenvolvimento de um robô para tirar dúvidas dos usuários sobre as eleições;

  • Desenvolvimento de uma nova funcionalidade na plataforma para marcação de conteúdos desinformativos.

De acordo com o TSE, o tribunal é o primeiro órgão eleitoral no mundo a assinar um acordo com o Telegram que envolve cooperação e ações concretas.

Em fevereiro, o TSE firmou acordos com Twitter, TikTok, Facebook, WhatsApp, Google, Instagram, YouTube, LinkedIn, Kwai e Spotify.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos