Eleições: Pesquisa mostra que 82% dos jovens vão votar, mas estão pessimistas

Nas eleições 82% dos jovens entre 15 e 29 anos vão votar, segundo pesquisa (Foto: Getty Images)
Nas eleições 82% dos jovens entre 15 e 29 anos vão votar, segundo pesquisa (Foto: Getty Images)

A maioria dos jovens entre 15 e 29 anos vão votar nas eleições – 82%, segundo uma pesquisa do Atlas da Juventude. Ao mesmo tempo, a cada 10 jovens, 7 afirmam estar pessimistas com o comprometimento dos políticos com a sociedade.

Os dados estão no levantamento “Juventudes e a Pandemia: E agora?” e foram divulgados pelo portal g1. No total, foram ouvidos 16 mil jovens em todo o Brasil. A pesquisa é uma parceria do Atlas da Juventude com Conselho Nacional da Juventude (CONJUVE), Em Movimento, Fundação Roberto Marinho, Rede Conhecimento Social, Mapa Educação, Porvir, UNESCO e Visão Mundial, com apoio de Itaú Educação e Trabalho, GOYN-SP e UNICEF.

A cada 10 jovens, 9 defendem a democracia; 8 dizem que a pandemia fez com que as pessoas prestassem mais atenção à política.

A pesquisa mostrou ainda que 63% dos entrevistados entendem que os candidatos devem priorizar medidas voltadas para a educação. Outros 56% veem a saúde como principal ponto a ser pensado por políticos. Economia, trabalho e renda deveriam ser prioridade para 49% e 25% apontaram a redução de desigualdades.

Os jovens mostraram pouco interesse em seguir a carreira política: apenas 4% pensar em trilhar um caminho na área.

Pandemia

Segundo a pesquisa, 82% dos jovens entendem que a pandemia não acabou e metade deles ainda tem medo de perder amigos e familiares para a covid-19.

Em função da pandemia, 6 a cada 10 jovens afirmaram que sofreram ou ainda sobrem com ansiedade. Metade deles relata que o período piorou o uso exagerado de redes sociais.

Veja as últimas pesquisas eleitorais para presidente: