'Eleitora não está procurando casamento, está procurando presidente', diz Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Enfrentando uma alta rejeição no eleitorado feminino, o presidente Jair Bolsonaro colocou os números em dúvida nesta quarta-feira e afirmou que as mulheres procuram um presidente, e não um "casamento".

Retorno a MG: Em meio a discussão sobre violência na campanha, Bolsonaro retorna a Juiz de Fora pela primeira vez após facada

Encontro: Bolsonaro se reúne com Roberto Justus para tratar de ideias para a campanha

De acordo com a última pesquisa do Datafolha, realizada no fim de junho, 61% das mulheres dizem que não votariam em Bolsonaro de jeito nenhum. O presidente, contudo, disse que não saber se os números são verdadeiros.

— Pessoal fala que eu tenho uma rejeição de mulher. Não sei se é verdade ou não. Acho que a eleitora não está procurando um casamento, está procurando um presidente — afirmou Bolsonaro, rindo, em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada.

Investigação: Polícia já ouviu 14 pessoas em apuração sobre assassinato

A declaração ocorreu após o presidente comentar o caso do médico que foi preso no Rio de Janeiro por estuprar uma mulher durante uma sala de parto. Bolsonaro disse que defendeu penas maiores para quem cometer esse crime e criticou parlamentares de esquerda por serem contrários.

— Nós tentamos botar como crime hediondo, para menores de idade, essa questão do estupro. A esquerda toda foi contra na Câmara aqui.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos