Elenco do Flamengo fica em choque com a cena de confusão em festa no Rio

Rafael Oliveira e Vitor Seta
Jogadores do Flamengo com semblantes apreensivos e perplexos com o caos em festa

Um domingo que seria apenas de festa e alegria para o Flamengo e sua torcida terminou em tiro, porrada e bomba durante a carreata na Avenida Presidente Vargas, no Centro do Rio de Janeiro. Por volta das 16h, quando o desfile já durava mais de três horas, o trio elétrico entrou na Rua de Santana para dispersar os rubro-negros, quando se iniciaram os confrontos. Os jogadores ficaram em choque apo verem tiros de balas de borracha, bombas, gás de pimenta, pedras e brigas que generalizaram como uma verdadeira guerra urbana em meio ao dia de festejo.