Eletrobras adia balanço após saída de presidente

Bruno Rosa
·1 minuto de leitura

RIO - A Eletrobras adiou pela segunda vez a divulgação de seus resultados financeiros relativos ao ano passado. A data, que havia passado da última sexta-feira (12) para a noite desta segunda-feira (15), foi reagendada para a próxima sexta-feira, dia 19.

Em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia disse que a Eletrobras havia decidido antecipar os resultados do exercício de 2020, em razão da data de saída do presidente Wilson Ferreira Junior da companhia a partir de 16 de março de 2021.

"Entretanto, dada a complexidade dos trabalhos de auditoria da Eletrobras que envolve a consolidação de diversas controladas, participação em coligadas e em sociedades de propósito específico, e especialmente devido às demandas adicionais de auditoria, surgidas no decorrer dos trabalhos, faz-se necessário novo adiamento", disse a estatal em nota.

O Conselho de Administração da Eletrobras decidiu também que Elvira Cavalcanti Presta, diretora Financeira e de Relações com Investidores da empresa, vai exercer interinamente, a partir de amanhã, o cargo de presidente da Eletrobras até que o Conselho de Administração conclua o processo de sucessão.