Eliminado do 'The masked singer', Alexandre Borges diz que se inspirou em Elvis Presley

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Quinto desmascarado do "The masker singer Brasil", Alexandre Borges esteve nesta quarta-feira no "Encontro com Fátima Bernardes" e afirmou que ficou muito feliz em poder ter sido a onça pintada no reality show. O ator contou ainda suas experiências com o animal na atuação.

"Fiquei muito feliz da escolha do meu personagem, que representa muito a nossa floresta. A gente fala tanto hoje em dia sobre Amazônia. Ele nos aproxima (da natureza), e a criançada curte também", destaca o ator, que completa: "Eu fiz uma minissérie, e a gente fez uma cena em que uma onça tinha que passar por trás de mim".

O ator ainda contou quem o inspirou na performance, muito elogiada pelos técnicos e pelos internautas. Ele afirmou que segue nas aulas de canto.

"O figurino me lembrou muito Elvis (Presley), de quem sou muito fã. Eu resolvi fazer essa homenagem para ele que me inspirou, ai peguei essa coisa mais agachada, com a perna flexionada", disse Alexandre.

Alexandre também aproveitou para esclarecer as dicas dadas ao longo do programa:

"Eu nasci bem perto do meu mar, muita gente me considera uma oncinha caiçara"

Alexandre: "Eu sou de Santos. O caiçara é a origem do litoral, o índio com branco."

"Até o dia que eu convivi com as onças da Amazônia e aprendi bastante".

Borges interpretou Plácido de Castro, um dos personagens centrais da minissérie "Amazônia", exibida em 2007, na Globo.

"Mas não tenham medo de mim, a próxima vítima não serão vocês"

Alexandre: "'Próxima vítima' foi minha primeira novela"

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos