• Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Elisabeth Borne é a nova primeira-ministra de França

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

É a primeira mulher em 30 anos a assumir a liderança do governo francês. A atual ministra do trabalho, Elisabeth Borne, vai substituir Jean Castex, que se demitiu esta segunda feira, depois de dois anos no cargo de primeiro-ministro.

Elisabeth Borne tem 61 anos. Nasceu em Paris e é filha de um judeu nascido na Rússia, refugiado em França e deportado para um campo de extermínio em 1942. Tem mantido um perfil forte mas discreto no governo de Emmanuel Macron, e é reconhecida pela discrição e lealdade ao presidente. Começou a frequentar os corredores da política em meados dos anos 80, primeiro como conselheira de vários gabinetes governamentais e depois, nos anos 90, como conselheira do Ministério da Educação.

O perfil social, reforçado pelo trabalho como diretora do gabinete da antiga ministra da ecologia Ségolène Royal prevaleceu na escolha de Macron. Borne também responde à promessa eleitoral do presidente de procurar pessoas para o governo capazes de garantir o planeamento ecológico do país.

Nas legislativas do próximo mês, poderá ser o primeiro posto a ser sacrificado se o presidente for obrigado a negociar um governo de coligação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos