Eliza Conde completa 30 anos de moda fiel ao estilo do Rio

Ao revisitar a trajetória profissional de Eliza Conde é possível encontrar o tal DNA, que alguns criadores e marcas têm (e outros, não). A estilista completa 30 anos de moda em 2022 fiel ao seu riscado. “Ela cria uma roupa que é a cara da carioca, chique e, ao mesmo tempo, despojada”, diz a consultora de estilo Juliana Lenz.

A atemporalidade aparece na camisaria de linho, nos modelos fluidos e no tingimento artesanal. “Adoro os vestidos. Dá para usar com salto e ir a um lugar mais chique, com tênis, numa versão descontraída”, comenta a atriz Silvia Buarque. “Eliza não é vítima da moda e tem muita sensibilidade para as cores”, observa a editora de moda do Jornalismo da TV Globo, Patricia Veiga. A coleção de verão 2023 tem tema: o fundo do mar, uma das paixões da estilista “carioca da gema”: “Me sinto renovada com um mergulho”, conta a designer, com vestido de corais bordados.

A fórmula do chique sem esforço começou a ser elaborada no fim dos anos 1980, quando foi estudar Moda em Florença. Filha de dois arquitetos, o ex-prefeito do Rio Luiz Paulo Conde (1934-2015) e a artista plástica Rizza Conde (1935-2020), encontrou apoio familiar para seguir a vocação. “Meu pai sempre me deu muita força e as coisas andaram naturalmente”, lembra.”Como boa filha, Eliza sempre teve olhar estético”, diz a arquiteta Bel Lobo. Depois da temporada na Itália, trabalhou como assistente de estilo de Georges Henri, nome emblemático da moda carioca. “Aprendi tudo sobre tecido e modelagem com ele.”

Em 1994, criou a grife que leva seu nome e abriu a primeira loja na ainda emergente Dias Ferreira. Chegou a ter quatro pontos de venda na cidade, mas resolveu dar um tempo e observar o mercado em plena transformação: “Em 2011, fechei tudo e fui trabalhar com figurino na Globo”.

Em 2015, voltou ao métier com bolsas e sapatos. Enxugou a estrutura e montou o ateliê no apartamento em que mora, no Flamengo (onde atende com hora marcada). Há dois anos, rendeu-se aos tecidos. “Minha sensação foi de renascimento”, admite. Também vende via Instagram e no Espaço RD, do Rio Design Leblon.

Para a próxima estação, desenhou vestidos com franja, investiu no decote de um ombro só e priorizou tons naturais. “Aposto na leveza sem exagero”, afirma. Jogo ganho.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos