Elizabeth II elogia trabalho 'incrível' da saúde pública na pandemia

A rainha Elizabeth II prestou uma homenagem, nesta terça-feira (12), à "incrível" campanha de vacinação contra a covid-19 no Reino Unido e entregou ao serviço público de saúde, o NHS (na sigla em inglês), a maior honraria concedida aos civis.

A cerimônia foi no Castelo de Windsor, onde a monarca, de 96 anos, reside agora. No evento, esteve acompanhada de seu filho mais velho e primeiro na linha de sucessão ao trono, príncipe Charles.

Em boas condições e apoiando-se em uma bengala, ela entregou a Cruz de São Jorge, a mais alta honraria concedida a civis, aos responsáveis do NHS. A eles, somaram-se funcionários que estiveram na linha de frente de combate à pandemia e que ajudaram o país nesse país.

Entre eles, estava May Parsons, a enfermeira que aplicou a primeira injeção mundial da vacina contra a covid-19.

"Estamos muito orgulhosos do avanço da vacinação", disse ela à rainha.

"Sim, foi incrível", respondeu Elizabeth II, que teve covid em fevereiro.

A Cruz de São Jorge foi concedida ao NHS por seu imenso trabalho desde sua criação, em 1948.

Motivo de grande orgulho para os britânicos, o serviço público de saúde oferece atendimento gratuito a todos, mas se viu enfraquecido por anos de austeridade.

A rainha aparece cada vez menos em público, devido a problemas de mobilidade, e é, com frequência, representada por Charles.

No início de junho, durante quatro dias, os britânicos celebraram o 70º aniversário do reinado de Elizabeth II, a monarca mais antiga do mundo.

vg/clr/mab/eg/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos