Elon Musk critica Metaverso de Mark Zuckerberg e exalta tecnologia da Neuralink

·1 min de leitura
Foto: Getty Images.
Foto: Getty Images.
  • Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, disse que não acredita na ideia difundida de Metaverso;

  • Para o homem mais rico do mundo, usar um óculos VR o tempo todo é desconfortável;

  • Segundo o magnata, a longo prazo, a Neuralink, empresa da qual faz parte, produzirá chips que permitirão imersão maior.

Elon Musk, CEO da Tesla e da SpaceX, gosta de tentar prever o futuro da humanidade e de dar opiniões polêmicas em redes sociais e eventos. Dessa vez, em entrevista ao The Babilon Bee, programa de sátira conservador, o bilionário declarou que não vai aderir ao Metaverso criado por Mark Zuckerberg.

Leia também:

De acordo com o magnata, ter um óculo VR amarrado na cabeça o tempo todo é desconfortável. Para Musk, o ser humano está longe de desaparecer no Metaverso.

O CEO da Tesla disse que, a longo prazo, um circuito integrado sofisticado da Neuralink poderia criar uma imersão total na realidade virtual.

Neuralink é uma companhia de neurotecnologia que Musk ajudou a criar e é responsável pelo desenvolvimento de interfaces cérebro-computador (ICs) implantáveis, ou seja, chips a serem colocados no cérebro.

Para o bilionário, no futuro, a empresa poderá criar uma versão que, ao ser implantada, permitirá que a pessoa possa acessar a uma realidade virtual de maneira mais confortável.

Outra ideia criticada por Musk foi a de Web 3.0, que em suas palavras seria mais marketing do que realidade.

Com informações da Istoé e do Tecmundo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos