Elon Musk diz que Twitter terá comitê de moderação de conteúdo

O bilionário Elon Musk, que concluiu compra do Twitter na última quinta-feira, disse na tarde desta sexta-feira em sua conta no Twitter que a rede social terá um conselho de moderação de conteúdo.

“O Twitter formará um conselho de moderação de conteúdo com pontos de vista muito diversos. Nenhuma grande decisão de conteúdo ou reintegração de conta acontecerá antes que o conselho se reúna”.

A mensagem acontece em meio a retomada da conta do rapper Kanye West, que havia sido suspensa após comentário antissemitas.

A venda da empresa, por US$ 44 bilhões, deve marcar uma nova era no Twitter. Musk, agora, poderá adicionar a sua longa lista de feitos o título de ‘magnata da mídia’. Mas, na prática, o que vai mudar no Twitter?

No primeiro dia sob o comando de Musk, o Twitter já demitiu não só o seu presidente como os principais executivos da empresa, num sinal de que o bilionário não vai perder tempo em mudar o foco da plataforma. E o que mudanças serão essas?

Segundo reportagem da Bloomberg, Musk já teria avisado que vai rever a política de 'banimento eterno' de usuários que tenham publicados posts ofensivos ou de incitação à violência, como foi o caso de Donald Trump.

Mas o bilionário, que se autointitula um “absolutista da liberdade de expressão”, já afirmou que vai respeitar as leis de cada país sobre o tema. E, na quinta-feira, tentou tranquilizar os anunciantes dizendo que o Twitter não seria um “inferno” de liberdade para todos.

Segundo ele, os usuários terão a liberdade de escolher “as experiências que desejam segundo suas preferências”.