Elon Musk elogia mulher que usou pistola para matar atirador nos EUA

Elon Musk elogiou no Twitter a mulher não identificada que matou o atirador em uma festa na Virgínia Ocidental. Foto: Yichuan Cao/NurPhoto via Getty Images.
Elon Musk elogiou no Twitter a mulher não identificada que matou o atirador em uma festa na Virgínia Ocidental. Foto: Yichuan Cao/NurPhoto via Getty Images.
  • Elon Musk elogiou pelo Twitter a mulher que usou uma pistola para matar o atirador que abriu fogo em uma festa na Virgínia Ocidental, nos EUA;

  • Segundo o departamento de Polícia de Charleston, a mulher matou o atirador depois que ele abriu fogo contra um grupo de 30 a 40 pessoas;

  • Na última quarta-feira (25), Musk disse que apoia a posse de armas, mas que verificações de antecedentes "rígidas" são necessárias antes da compra.

Elon Musk, empresário e CEO da SpaceX, elogiou na noite de sábado (28), pelo Twitter, a mulher não identificada que matou o atirador que abriu fogo durante uma festa em Charleston, no estado da Virgínia Ocidental, nos EUA.

Na rede social, um usuário pediu ao magnata para que espalhasse a palavra de que “uma boa garota para um cara mau com uma arma!”.

“Existem razões legítimas para transportar. Ajude-nos a combater as mentiras dos anti-artilheiros!”, continuou o perfil. Em seguida, Musk respondeu: “Uau, bom para ela por salvar essas pessoas!".

Leia também:

O porta-voz do Departamento de Polícia de Charleston, Tony Hazelett, disse que o homem começou a atirar contra a multidão na noite de quarta-feira (25). Ele portava um fuzil estilo AR-15.

Segundo a polícia, a mulher matou o atirador depois que ele abriu fogo contra um grupo de 30 a 40 pessoas.

"Ela é apenas um membro da comunidade que estava carregando sua arma de fogo legalmente e, em vez de fugir da ameaça, ela se envolveu com a ameaça e salvou várias vidas na noite passada", afirmou Hazelett. Segundo ele, não houve feridos e também não haverá acusações contra a mulher.

Na quarta-feira, Musk expôs sua posição sobre armamento em um e-mail enviado para o canal de negócios norte-americano CNBC.

*Com informações do Business Insider.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos