Elon Musk planeja cortar metade dos funcionários do Twitter, diz Bloomberg

BENGALURU, Índia (Reuters) - Elon Musk planeja cortar cerca de 3.700 empregos no Twitter ou metade da força de trabalho da empresa, informou a Bloomberg News na quarta-feira, citando fontes familiarizadas com o assunto.

O novo proprietário do Twitter vai fazer o anúncio das demissões na sexta-feira, de acordo com a reportagem.

A Bloomberg também informou que Musk pretende reverter a política de trabalho remoto existente na empresa de mídia social e exigirá que os funcionários trabalhem presencialmente.

O Twitter não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

A Reuters informou no início desta semana, citando fontes, que Musk planeja cortar um quarto da força de trabalho do Twitter como parte de uma primeira rodada de demissões na rede social.

(Por Sneha Bhowmik)