Elon Musk propõe reestabelecer quase todas as contas banidas do Twitter

Elon Musk propõe reestabelecer quase todas as contas banidas do Twitter (Foto: Jakub Porzycki/NurPhoto via Getty Images)
Elon Musk propõe reestabelecer quase todas as contas banidas do Twitter (Foto: Jakub Porzycki/NurPhoto via Getty Images)
  • Elon Musk fez uma enquete na rede social perguntando aos usuários se ele deveria restaurar as contas;

  • Ele deu aos usuários 24 horas para votar e, até agora, o “sim” está à frente;

  • Após o resultado de um enquete semelhante, a conta de Donald Trump foi restabelecida.

Após Elon Musk ter restabelecido as contas de alguns banidos do Twitter como o ex-presidente dos Donald Trump, o bilionário fez uma nova enquete na rede social perguntando aos usuários se ele deveria permitir que a maioria das contas suspensas voltasse ao site.

Nesta quarta-feira (23), ele perguntou: “O Twitter deveria oferecer uma anistia geral para contas suspensas, desde que não tenham infringido a lei ou se envolvido em spam flagrante?” Ele deu aos usuários 24 horas para votar e, até agora, o “sim” está à frente por uma ampla margem.

A volta da conta de Trump ao Twitter, por exemplo, ocorreu após uma pesquisa semelhante feita anteriormente por Musk. Na última sexta-feira, o bilionário fez uma enquete perguntando se deveria ou não permitir o retorno do ex-presidente dos EUA com as opções "sim" e "não". Após uma vitória de 51% do "sim", no dia seguinte, a conta foi restabelecida.

Pouco depois de assumir a propriedade do Twitter, Musk disse que a empresa criaria um conselho para tomar decisões sobre quem deveria ter permissão para voltar à plataforma. Essa ideia já foi descartada e parece que Musk agora está disposto a fazer mudanças radicais com base em sua própria opinião. É difícil até mesmo compreender o tamanho da mudança em retroceder mais de uma década de decisões de moderação - especialmente considerando que o principal produto do Twitter é a moderação de conteúdo.

A pesquisa de Musk não traz detalhes sobre quando essa mudança acontecerá, se é que acontecerá. De acordo com sua visão para a plataforma, teoricamente não deveria importar se o site está inundado de pessoas mal-intencionadas. Ele disse antes que deseja que os tweets negativos e de ódio sejam basicamente invisíveis, a menos que você os esteja realmente procurando.

Outras contas banidas que Musk já restaurou

Kanye West

O rapper e produtor musical americano Kanye West é outra grande personalidade que havia sido banida do Twitter, após uma série de comentários antissemitas realizados na plataforma em outubro. West, que agora atende pelo nome de Ye, nunca era muito ativo na plataforma desde 2020, e retomou sua presença apenas após ser banido do Instagram.

O fim da suspensão de Ye não foi anunciada publicamente, assim como a de Trump, e foi descoberta após o rapper tuitar "Testando Testando Vendo se minha conta no Twitter está desbloqueada".

Jordan Peterson

O psicólogo e professor universitário canadense Jordan Peterson foi suspenso do Twitter após violar a política de conduta do site em junho, quando se referiu ao ator transgênero Elliot Page pelo seu antigo nome. Após sua suspensão, Peterson filmou um vídeo de quase 15 minutos afirmando que preferia morrer do que deletar o tuíte odioso.

Em 18 de novembro Musk afirmou que Peterson teria sua conta restaurada, ao que o professor parece ter aproveitado bastante uma vez que realizou uma série de tuítes.

Andrew Tate

O influenciador Andrew Tate foi banido do Twitter em 2017, após violar os termos de serviço da rede social ao afirmar que as mulheres deveriam "ter responsabilidade" por sofrerem assédios e agressões sexuais.

Tate é uma figura proeminente em espaços antifeministas e frequentemente faz comentários misóginos e violentos sobre mulheres. Sua conta voltou a ativa em 18 de novembro, assim como a de Peterson.