Elton John e Macron se mobilizam contra Aids em Paris

Elton John (esquerda) e Emmanuel Macron no pátio do Palácio do Eliseu, em Paris, no dia 21 de junho de 2019.

O presidente francês, Emmanuel Macron, defendeu nesta sexta-feira uma mobilização internacional na luta contra a Aids com o objetivo de "salvar 16 milhões de vidas", durante uma aparição do cantor Elton John na Festa da Música, no Palácio do Eliseu, em Paris.

"A Aids segue presente, permanece golpeando e continua avançando", advertiu Macron para cerca de 2 mil pessoas reunidas no pátio do Eliseu.

Macron manifestou seu desejo de que a próxima conferência trienal do Fundo da Luta contra a Aids, a tuberculose e a malária - que ocorrerá em 10 de outubro em Lyon - possa arrecadar mais de 13 bilhões de dólares para os próximos três anos.

"Ainda temos muito o que fazer para continuar convencendo de que devemos nos proteger, de que não é a história da geração passada e sim dos jovens de hoje".

Pouco antes de aparecer com o cantor em público, Macron entregou a ordem da Legião de Honra a Elton John, de 72 anos, que estava acompanhado do marido, David Furnish, e os dois filhos do casal.

O músico declarou ter uma "profunda história de amor com a França" e agradeceu o país por seu compromisso "na luta contra a Aids".