De 'Elysium' a 'Agente Oculto': a carreira de Wagner Moura em Hollywood

Não é de hoje que Wagner Moura faz sucesso em Hollywood. Depois de brilhar nas telas da Globo como Olavo na novela "Paraíso Tropical", em que faz par romântico com Camila Pitanga, e contracenar com Lázaro Ramos no filme "Ó Paí, Ó", ambos lançados em 2007, o ator embarcou em mais um projeto aclamado.

Com a carreira em ascensão, ele estrelou "Tropa de Elite", longa dirigido por José Padilha, que teve repercussão mundial. Foi depois de viver o papel de Capitão Nascimento, um policial da Tropa de Elite do Rio de Janeiro realizando missões para apaziguar o Morro do Turano, que a carreira internacional do artista começou a deslanchar.

Seu trabalho mais recente é "O Agente Oculto", um thriller que estreou nesta sexta-feira (22) na Netflix e conta com um time de peso. Trabalhando com Ana de Armas pela terceira vez, Wagner Moura divide tela com alguns dos maiores astros de Hollywood, incluindo Chris Evans, Ryan Gosling e Regé-Jean Page, no filme dirigido pelos irmãos Russo, responsáveis por “Vingadores: Guerra Infinita e Ultimato”. Relembre os principais trabalhos do ator:

"Elysium" (2013)

O primeiro grande projeto de Wagner Moura foi "Elysium" (2013), uma distopia situada em 2154, quando os mais ricos foram habitar uma estação especial luxuosa e o restante da população continuou vivendo no planeta Terra arruinado. O elenco conta também com Matt Damon, Jodie Foster e a brasileira Alice Braga.

“Narcos” (2015)

Dois anos depois, foi com "Narcos" que Wagner Moura ganhou ainda mais reconhecimento em Hollywood. O brasileiro interpretou um dos maiores traficantes de drogas da Colômbia, Pablo Escobar, na série da Netflix. Seu trabalho na série rendeu uma indicação ao Globo de Ouro, em 2017.

"Wasp Network: Rede de Espiões" (2019)

Wagner Moura integrou o elenco de "Wasp Network: Rede de Espiões", que conta com Penélope Cruz, Édgar Ramirez, Ana de Armas e Gael García Bernal. O filme dirigido pelo francês Olivier Assayas acompanha um grupo de cubanos exilados no sul da Flórida que atuam como espiões pró-castristas que vigiam e vivem infiltrados em grupos terroristas cubanos-americanos, que tentam atacar a república socialista.

“Sergio” (2020)

Em "Sergio", Wagner Moura reprisa a parceria com Ana de Armas no drama biográfico norte-americano dirigido por Craig Borten. A trama gira em torno do sociopolítico e diplomata Sérgio Vieira de Mello, que dedicou a carreira para cuidar de questões humanitárias em áreas de riscos. Embaixador da ONU no Iraque, ele foi vítima de um ataque terrorista em que tirou sua vida em Bagdá, em 2003.

"Iluminadas" (2022)

Baseada no romance de "The Shining Girls" de Lauren Beukes, "Iluminadas" é uma série da Apple TV+ estrelada por Elizabeth Moss. A trama mostra uma arquivista encontrando pistas de um assassinato, que pode estar ligado ao ataque brutal que ela sofreu anos atrás e a deixou traumatizada. Com a ajuda de Dan (Wagner Moura), um repórter que cobriu o caso na época, ela tenta identificar o responsável pelo crime.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos