Emílio Odebrecht diz que modelo de relação com políticos existe há 30 anos

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O relator da Operação Lava Jato no STF (Supremo Tribunal Federal), ministro Edson Fachin, levantou nesta quarta-feira (12) o sigilo sobre os vídeos dos depoimentos dos 77 delatores da empreiteira Odebrecht.

Emílio Odebrecht, patriarca e ex-presidente do grupo, fala sobre sua relação com ex-presidentes e diz modelo de relação com políticos "existe há 30 anos".

"Tudo o que está acontecendo era um negócio institucionalizado. Era uma coisa normal. Em função desse número de partidos, onde o que eles brigavam era por que? Por cargos? Não, era por orçamentos gordos. Todo mundo sabia que não. Ali os partidos colocavam seus mandatários com a finalidade de arrecadar recursos para o partido e para os políticos. Há 30 anos se faz isso", afirmou.