Em 1ª viagem ao exterior, Trump irá a Israel, Arábia Saudita e Vaticano

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em sua primeira viagem ao exterior desde que chegou à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump fará visitas neste mês a Israel e Arábia Saudita, informou a Casa Branca nesta quinta-feira (4).

Mais tarde, no dia 24, o republicano se reunirá com o papa Francisco em Roma, de onde segue para uma conferência do G7 (grupo das sete maiores economias desenvolvidas do planeta) na Sicília e para um encontro da Otan (aliança militar ocidental) em Bruxelas.

As duas primeiras destinações escolhidas pelo presidente, Israel e Arábia Saudita, devem marcar um realinhamento da política americana para o Oriente Médio. A administração de Barack Obama foi marcada por tensionamentos com esses dois países e pela reaproximação com o Irã, inimigo daqueles.

Desde que chegou à Casa Branca, em janeiro, Trump recebeu em Washington o premiê de Israel, Binyamin Netanyahu, e o vice-príncipe saudita, Mohammed bin Salman. Nesta quarta-feira (3), foi a vez do presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, ser recebido pelo líder americano.

Ao visitar o Vaticano, Trump terá passado pelos centros das três maiores religiões monoteístas (cristianismo, islamismo e judaísmo), o que assessores da Casa Branca consideram representar um esforço de unidade contra inimigos comuns, como o terrorismo.

O papa Francisco já fez críticas a propostas de Trump e, no ano passado, chegou a dizer que a proposta do então pré-candidato à Presidência americana de construir um muro na fronteira com o México "não era cristã".