Em anúncio, Amazon fala de 'muros cinzas' numa provocação a Doria

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A Amazon, gigante mundial de vendas pela internet, fez uma provocação ao prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), numa campanha publicitária divulgada na internet.

A propaganda para divulgar o Kindle -leitor eletrônico de livros, que pertence ao grupo- pela primeira vez no Brasil questiona os "muros cinzas da cidade", em alusão à decisão do prefeito de apagar grafites existentes até o início do ano na avenida 23 de Maio.

Em seguida, trechos de livros ou citações de escritores aclamados aparecem projetados nas paredes acinzentadas.

"Os melhores livros, compreendeu, são aqueles que dizem o que você já sabe", diz a primeira projeção, em frase que seria de George Orwell, autor do best-seller 1984.

Outra projeção, sobre o túnel 9 de Julho, na região central, estampa outra frase, associada a J.K. Rowling, da série Harry Potter. "Não vale a pena mergulhar nos sonhos e esquecer de viver".

As imagens seguem, em diferentes pontos da cidade, aplicadas em muros, faixas de pedestres com citações a Carlos Drummond de Andrade, entre outros.

A propaganda para vender livros digitais acaba com uma mensagem: "A gente cobriu o cinza de histórias".

A gestão Doria diz que não comentará a propaganda.

O vídeo começa com uma pergunta: "Cobriram a cidade de cinza?", mostrando alguns dos muros sem os grafites.