Em ato, Amoedo diz que está em jogo no Brasil o direito de cada um ter sua opinião

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***São Paulo, SP, Brasil, 22-05-2019: João Amoêdo, candidato à presidência em 2018 pelo Partido Novo. (foto Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***São Paulo, SP, Brasil, 22-05-2019: João Amoêdo, candidato à presidência em 2018 pelo Partido Novo. (foto Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Reverenciado com gritos de "uh, é Amoedo", João Amoedo (Novo), candidato a Presidência em 2018, foi apresentado pelo deputado Kim Kataguiri como um "liberal que não se curvou ao discurso fácil".

"A gente quer as nossas cores de volta, o verde e amarelo", disse o ex-simpatizante de Bolsonaro, que desta vez foi tratado pelo deputado como "assassino" e "incompetente".

Dizer que está com medo de posar com a esquerda ou a direita é "besteira de quem quer manter Bolsonaro no poder", disse.

Já Amoedo disse palavras de ordem como "Fora, Bolsonaro, chega". O fundador do Novo também falou que "um Brasil que cada um possa dizer sua opinião" sem medo é o que está em jogo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos