Em boletim, Ministério da Saúde informa que Pazuello continua internado com Covid-19

Carolina Brígido
·1 minuto de leitura
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello

Um dia depois de informar que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, receberia alta em breve, a assessoria de imprensa do ministério divulgou neste sábado nota oficial para informar que o titular da pasta permanecerá internado no hospital DF Star, em Brasília. Pazuello, que testou positivo para Covid-19, foi submetido a uma avaliação neste sábado. Haverá nova avaliação no domingo.

Segundo a nota, o ministro “encontra-se bem, com quadro de saúde estável, e em processo de hidratação”. Ainda de acordo com a assessoria, “não houve necessidade de medidas de suporte como suplementação de oxigênio”.

Pazuello foi internado na sexta-feira. Exames indicaram um quadro de desidratação e o ministro permaneceu no hospital para receber soro. A previsão era de alta breve. Pazuello já tinha enfrentado um quadro de desidratação na semana passada, quando descobriu estar infectado pelo novo coronavírus. Ele anunciou ter contraído Covid-19 no último dia 21, há nove dias.

Além da desidratação, Pazuello relatou febre e dores de cabeça. Desde então, ele cumpria isolamento no hotel de trânsito dos oficiais no Setor Militar Urbano, em Brasília.

Apesar da orientação de isolamento, em 22 de outubro – ou seja, no dia seguinte ao diagnóstico confirmado –, Pazuello apareceu em uma transmissão em rede social ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Ambos estavam sem máscara. Pazuello estava dormindo quando o presidente chegou para fazer a transmissão. No vídeo, Bolsonaro afirmou que "talvez, com toda a certeza" o auxiliar voltaria "para o batente".

No vídeo, o ministro informou que estava tomando kit de medicamentos, incluindo cloroquina, receitada por seu médico, e que já estava se sentido bem melhor. Questionado por Bolsonaro sobre como se sentia após usar os medicamentos, Pazuello respondeu:

— Acordei zero bala.