Em Brasília, oito suplentes assumem mandato de deputado federal

·2 minuto de leitura

BRASÍLIA — Oito suplentes tomaram posse como deputados federais nesta sexta-feira. O novos congressistas ocuparão os lugares deixados pelos parlamentares que foram eleitos para prefeituras municipais em todo o país, mudando a composição da Câmara para a segunda metade da legislatura.

No lugar do prefeito eleito de Belém, Edmilson Rodrigues (PSOL-PA), entra a fisioterapeuta Vivi Reis (PSOL-PA). Até então, a nova deputada, que tem 29 anos, atuava como vereadora em Belém, quando foi a mulher eleita com maior votação na cidade. Com a entrada de Vivi Reis, a bancada do PSOL passa a ser composta por maioria feminina, com seis mulheres e quatro homens.

Com a eleição do deputado JHC (PSB-AL) para a prefeitura de Maceió, em Alagoas, o ex-deputado Pedro Vilela (PSDB-AL) volta à Casa. Vilela já havia sido deputado na legislatura anterior. Para ocupar o cargo deixado por Eduardo Braide (PODE-MA), novo prefeito de São Luís, no Maranhão, assume a vaga na Câmara o empresário Josivaldo dos Santos Melo (PODE-MA). Ex-camelô, Josivaldo atuava na gestão da secretaria de Desenvolvimento Econômico da cidade de Imperatriz, a segunda maior do estado.

Eleito para a prefeitura do Recife, em Pernambuco, após disputa acirrada, João Campos (PSB-PE) será substituído pro Milton Coelho da Silva Neto (PSB-PE), que atuava como chefe de gabinete do governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB-PE).

A bancada do Rio de Janeiro terá dois novos nomes: Ricardo da Karol (Patriota-RJ), que assumiará a vaga do prefeito eleito de Campos dos Goytacazes e filho do ex-governador Anthony Garotinho, Wladimir Garotinho (PSD-RJ); e Pedro Augusto (PSD-RJ), que entra no lugar de Alexandre Serfiotis (PSD-RJ), novo prefeito de Porto Real.

Chegam à Câmara ainda Aelton Freitas (PL-MG), substituto de Margaria Salomão (PT-MG), eleita para a prefeitura de Juiz de Fora, em Minas Gerais; e Neucimar Fraga (PSD-ES), que assume o cargo deixado por Sergio Vidigal (PDT-ES), que comandará a prefeitura de Serra, no Espírito Santo.

Outros quatros suplentes chegarão à Câmara para substituir candidatos à vice-prefeitos eleitos: Deoclides Antonio Santos Neto (PDT-MA), Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE), Marcos Soares (DEM-RJ) e Francisco Bezerra (PROS-CE). A Câmara não informou, no entanto, quando eles tomarão posse.