Em busca da primeira Libertadores, Dorival Júnior tem respaldo da família em Guayaquil

Em 20 anos de carreira, o técnico Dorival Júnior disputa, neste sábado, sua primeira final de Libertadores. Para acompanhá-lo e dar apoio neste momento tão especial, seus três filhos, Bruno, Lucas e Gabriela, e sua esposa, Valéria, viajaram até Guayaquil, local da decisão.

O filho mais conhecido é o Lucas Silvestre, que faz parte da comissão técnica permanente de seu pai e já comandou o Flamengo, na beira do campo, na partida de ida das oitavas de final da Libertadores, contra o Tolima, na Colômbia, já que Dorival estava suspenso. Bruno e Gabriela moram em Florianópolis e raramente aparecem em jogos do time rubro-negro.

A família já esteve reunida após o título do Flamengo na Copa do Brasil, em um churrasco no sítio ao lado do CT Ninho do Urubu. A confraternização, que juntou jogadores e familiares, serviu para comemorar o tetracampeonato rubro-negro.

Da mesma forma que seus filhos, Valéria também mora em Florianópolis. Discreta e dona de um ateliê, ela não costuma aparecer nas redes sociais. Em 2014, foi identificado um câncer de mama na esposa de Dorival e, mesmo preocupado, o técnico manteve seu compromisso com o Palmeiras, que assinou quando achava que o problema já estava superado.

— No momento em que eu acertei com o Palmeiras ,já tinha um ok do grupo médico. A situação mudou completamente, mas eu já estava dentro do Palmeiras e não seria correto em voltar atrás, ainda que muito preocupado — Disse Dorival, em entrevista ao Esporte Espetacular, em 2014.

Cinco anos depois, foi a vez de Dorival ser diagnosticado com câncer, a dele na próstata. Em outubro de 2019, o treinador foi operado e, desde então, é submetido a avaliações trimestrais. O técnico de 60 anos também testou positivo para a Covid-19 em 2020, mas diz que sentiu "zero sintomas" mesmo beirando o grupo de risco.

As doenças acabaram atrapalhando os trabalhos de Dorival Júnior, o que o fez treinar apenas dois clubes do final de 2018 até assumir o Flamengo em junho de 2022. No entanto, Dorival foi um dos técnicos mais acionados e especulados no futebol brasileiro neste período.

O adversário da decisão será o Athletico, clube que o demitiu durante a pandemia da COVID-19. Depois disso, o Flamengo vai sentar com o treinador para conversar sobre uma renovação de contrato. Dorival aceitou o desafio de assinar apenas até o fim do ano, e sabia que dependia de transformar um elenco qualificado em resultados melhores do que nos últimos dois anos.