Em carta, conselheiros apoiam afastamento de Caboclo

·1 minuto de leitura

Os três membros do Conselho Fiscal da CBF enviaram uma carta ao presidente da Comissão de Ética da CBF, Carlos Renato Ferreira, apoiando a decisão do órgão de afastar Rogério Caboclo da presidência da entidade. Ele é acusado por uma ex-funcionária de a ter assediado moral e sexualmente. Caboclo nega.

Os conselheiros Antônio Carlos de Oliveira Coelho, Arthur Carlos Briquet Junior e Marco Antônio Russo, afirmaram no documento, enviado nesta segunda-feira ao presidente da Comissão de Ética, que "o futebol brasileiro não tolera mais o racismo. O futebol brasileiro não tolera mais o preconceito e a discriminação. O futebol brasileiro não pode mais tolerar o assédio e a misoginia".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos