Em casa, Athletico-PR vence o Ceará por 2 a 1 pelo Campeonato Brasileiro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
CURITIBA, PR, 10.11.2021 – ATHLETICO-PR-CEARÁ: Partida entre Athletico-PR e Ceará, válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2021, realizada na Arena da Baixada, em Curitiba, na capital paranaense, na noite desta quarta-feira. (Foto: Du Caneppele/Ofotográfico/Folhapress)
CURITIBA, PR, 10.11.2021 – ATHLETICO-PR-CEARÁ: Partida entre Athletico-PR e Ceará, válida pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro Série A 2021, realizada na Arena da Baixada, em Curitiba, na capital paranaense, na noite desta quarta-feira. (Foto: Du Caneppele/Ofotográfico/Folhapress)

MACEIÓ, AL (UOL/FOLHAPRESS) - O Athletico-PR venceu o Ceará por 2 a 1 na noite deste quarta-feira (10), na Arena da Baixada, em Curitiba, em partida válida pela 31ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Renato Kayzer e Pedro Henrique marcaram para os donos da casa aos 43min do primeiro tempo e aos 22 do segundo, enquanto Rick, do clube alvinegro, assinalou aos 6 da segunda etapa.

Com esse resultado, O Athletico-PR passa a ocupar a 9ª colocação e somar 41 pontos na competição, abrindo vantagem de dois pontos para o próprio Ceará, que permanece com 39 pontos e na 11ª posição. Na próxima rodada, o clube paranaense enfrenta o Internacional, no sábado (13), às 19h (horário de Brasília), no Beira-Rio. No dia seguinte (14), o Ceará recebe o Sport, às 19h, na Arena Castelão, em Fortaleza.

O jogo começou com o Athletico-PR pressionando o Ceará a todo instante, mas o primeiro gol do jogo saiu apenas aos 43min, com Renato Kayzer.

O time paranaense, aliás, praticamente dominou toda a partida, sendo mais ofensivo e decisivo graças a movimentação e jogadas iniciadas por Terans e Kayzer.

Reflexo desse domínio diante da equipe cearense foi a quantidade de chutes a gol das equipes durante a primeira etapa. Enquanto os visitantes chutaram apenas 5 vezes, os mandantes chutaram 9.

A equipe, no entanto, perdeu um pouco o ritmo de ataques na segunda etapa, principalmente depois do gol sofrido logo no começo, mas não abaixou a cabeça e continuou apostando na ofensividade.

Já o Ceará ofensivo e com jogadas de contra-ataque que os torcedores estão acostumados quase não apareceu no jogo, sendo possível observar essas características apenas em alguns momentos da segunda etapa.

Com um estilo reativo, a equipe pouco saiu para o jogo nos primeiros minutos e as bolas não conseguiam sequer conseguiam chegar em Mendonza, um dos poucos homens de referência na equipe cearense. Em uma das poucas vezes que chegou, o gol saiu.

Estádio: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio

Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires

Cartões amarelos: Christian (CAP), Abner (CAP), Renato Kayzer (CAP), Santos (CAP) e João Ricardo (CEA)

Cartões vermelhos: Fernando Sobral (CEA)

Gols: Renato Kayzer (CAP), aos 43min do 1º tempo; Rick (CEA), aos 6min do 2º tempo; Pedro Henrique (CAP), aos 22min do 2º tempo

ATHLETICO-PR

Santos, Pedro Henrique, Thiago Heleno, Nico Hernandez, Marcinho, Erick (Fernando Canesin), Christian, Abner (Pedrinho), Nição, David Terans (Pedro Rocha) e Renato Kayzer. T.: Alberto Valentim

CEARÁ

João Ricardo, Bruno Pacheco (Yony González), Fernando Sobral, Mendonza (Lima), Gabriel Lacerda, Fabinho (Oliveira), Marlon (Cléber), Vina, Rick (Erick), Klaus e Gabriel Dias. T.: Tiago Nunes

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos