Em cerimônia, Bolsonaro tira a máscara de ministro do Turismo

·1 minuto de leitura
Bolsonaro tirou a máscara do ministro Gilson Machado ao abraça-lo (Foto: Reprodução)
Bolsonaro tirou a máscara do ministro Gilson Machado ao abraça-lo (Foto: Reprodução)
  • Presidente Jair Bolsonaro tirou a máscara do ministro do Turismo, Gilson Machado, quando o abraçou

  • No evento onde estavam, todos usavam máscara e cadeiras respeitavam o distanciamento

  • Carla Zambelli elogiou atitude do presidente, mesmo que a máscara seja essencial para prevenir contágio pelo coronavírus

Durante uma cerimônia na última segunda-feira (19), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), retirou a máscara do ministro do Turismo, Gilson Machado. O ministro usava uma máscara KN95, enquanto Bolsonaro estava com uma máscara cirúrgica.

O evento comemorava o Dia do Exército e contou com a presença de Bolsonaro, ministro e também militares. No encontro, foram entregues Ordem do Mérito Militar e a Medalha do Exército Brasileiro.

Leia também

Segundo o jornalista Guilherme Amado, da revista Época, todos os presentes usavam máscara e as cadeiras respeitava o distanciamento social. As medidas fazem parte do protocolo contra a covid-19

Bolsonaro tirou a máscara de Gilson Machado quando foi abraça-lo. O ministro do Turismo foi um dos homenageados no evento e ganhou a Medalha do Exército Brasileiro.

O momento foi registrado e publicado pela deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP). Nas redes sociais, ela elogiou o ato do presidente, mesmo que a máscara seja importante para prevenir a contaminação pela covid-19.

“Aquele flagra do Presidente em um momento de descontração, que mostra o ser humano que ele é: extraordinário”, escreveu Zambelli. “Brincalhão, mostra o quanto é humilde e querido.”