Com cirurgia, chinês de 22 anos retira 13 quilos de fezes do intestino

Foto: sasint/ Pixabay

Um chinês de 22 anos foi submetido à uma cirurgia e em que foram removidos 13 quilos de fezes e cerca de 17 centímetros de instestino. O rapaz, que não teve a identidade divulgada, é portador de uma doença rara que dificulta a excreção das fezes.

O paciente tem a anomalia chamada Doença de Hirschsprung, que significa a ausência dos neurônios intramurais dos plexos nervosos parassimpáticos. A doença é normalmente detectada pelos pais logo nos primeiros anos de vida, mas o jovem não teve a mesma sorte.

Depois de tomar laxante por muitos anos, o jovem não suportou mais a dificuldade de expelir as fezes, que tinha chegado no auge. Segundo o médico do hospital de Shangai em que o jovem foi operado, a sensação é de que ele poderia explodir. O aspecto era de que a pele do paciente brilhava, já que estava completamente esticada.

A Doença de Hirschsprung atinge um em cada 5 mil nascidos e é mais comum nas crianças do sexo masculino. Normalmente, as crianças que não recebem tratamento acabam mortos.