Sem ainda se vacinar, Bolsonaro destaca vacinação no Brasil no G20

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro em encontro da cúpula do G20 em Roma, na Itália (Foto: Antonio Masiello/Getty Images)
O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro em encontro da cúpula do G20 em Roma, na Itália (Foto: Antonio Masiello/Getty Images)

Em discurso no G20, neste sábado (30), o presidente Jair Bolsonaro destacou o programa de vacinação brasileiro e falou sobre o auxílio emergencial oferecido durante a pandemia de Covid-19. Bolsonaro é o único chefe de estado do grupo que não se vacinou contra a doença. 

Durante a fala, Bolsonaro disse ainda que os esforços do G20 devem se concentrar no combate à pandemia e pediu que o grupo faça esforços adicionais para garantir vacinas, medicamentos e tratamentos nos países em desenvolvimento. Bolsonaro chegou de máscara, neste sábado, ao encontro do G20. Na sexta-feira, ele passou por Roma sem usar a proteção e causou aglomeração.

Leia também:

"O Brasil se comprometeu com um programa extensivo e eficiente de vacinação, em paralelo a uma agenda de auxílio emergencial e preservação do emprego para a proteção dos mais vulneráveis. Estamos igualmente comprometidos com uma agenda de reformas estruturantes, essenciais para uma retomada econômica sustentada", afirmou o presidente. 

Na semana passada, Bolsonaro que reiteradamente ataca a eficácia das vacinas associou o imunizante contra a Covid-19 ao vírus da imunodeficiência humana (HIV). A transmissão ao vivo do presidente foi derrubada pelo Facebook devido às informações falsas. 

"No Brasil, mais da metade da população nacional já está plenamente imunizada de forma voluntária. Mais de 94% da população adulta já recebeu pelo menos uma dose da vacina. Ao todo, aplicamos mais de 260 milhões de doses, das quais mais de 140 milhões foram produzidas em território nacional. Para o Brasil, os esforços do G20 deveriam concentrar-se no combate à atual pandemia, que continua a assolar muitos países", disse Bolsonaro. 

O presidente afirmou ainda que a economias dos países se recuperam à medida que a crise sanitária é superada, mas disse que ainda há desafios a superar. Bolsonaro elogiou o acordo sobre tributação internacional celebrado pelo G20 no âmbito da OCDE.

"Os trabalhos do G20 na trilha de finanças renderam resultados importantes para a recuperação da crise econômica, como ilustram a nova alocação de direitos especiais de saque pelo FMI e as medidas para enfrentar desafios relacionados ao meio ambiente e à saúde", opinou.

Em uma rodinha com líderes de Estado, o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro disse ao presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, que "a Petrobras é um problema" e afirmou que a economia está voltando forte.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos